quinta-feira, 15 de fevereiro de 2007

Motivação profissional


Nunca Vos aconteceu, ao receberem uma chamada, identificarem-se com o interlocutor de tal forma que acabam por tentar ao máximo ser o mais prestáveis, no possível ( algo que é obrigatório ) e no impossível ? ultrapassando e muito matérias da Vossa competência ?

Já há muito tempo que não fazia isso. Talvez por cinzentismo profissional, pragmatismo nas funções, automatismos criados pelas contingências do dia a dia, pensem vocês em mais razões se quiserem. De falta de profissionalismo não me acusem, o que aqui relato é talvez algum excesso ;)

Estive agora a maior parte do tempo ao telefone a falar de matérias que não são da minha competência, apenas e só porque me apeteceu. Poderia ter encerrado logo no início a conversa, fechado com chave de ouro, mas não o fiz, melhor ... não o fizemos !

O interlocutor, informado que não era assunto da minha competência, ou melhor da “minha casa”, notoriamente com um bom grau de empatia que se lia na sua voz, não desistiu de explicar e confidenciar situações; complicações ... e outras coisas mais. Do lado de cá, o tipo de comunicação era a mesma.

Quem conhece a assertividade, a mesma atingiu o seu expoente máximo de encaixe entre os dois pólos de comunicação.

Troca de emails para a frente, telefones para o lado e pronto, aqui estou eu motivado em ajudar quem quer “peixe” quando só “vendo carne” !

Não, não foram os sorrisos do lado de lá; a voz feminina agri-doce; a simpatia assertiva delico-doce; a respiração compassada cheia de sensualidade; as confidências pessoais fúteis que me prenderam e me vergaram. Nada disso originou tal postura minha !

Afinal, não segrego ninguém e todos têm direitos iguais até ao limite das minhas funções, bem, alguns ultrapassam-nos, mas isso é por simpatia ;)

Eu sou mesmo assim, humano e para me conter, penso muito no Augusto !

Um trabalho com muita motivação para todos !

11 comentários:

Maríita disse...

Lindo! Agora é uma tipa que te dá imensa corda ao telefone, por e-mail e sei lá mais o quê, e depois descobres que é a melhor amiga da tua irmã que conheces desde que nasceu!

Beijos

ritó disse...

LOL!!!
Basta olhar para ti enquanto falas ao telefone, para perceber se a pessoa que está do lado de lá está a ser "simpática" contigo!! LOL, por acaso também dá para perceber se é homem ou se é mulher... eh eh eh!!

Beijos Lois

Xuinha Foguetão disse...

O dia dos namorados adocicou o teu coração!

Ahaahahahahaha!

Essa é que é essa.

Beijos

LoiS disse...

Ritó :
Olha para ela, toda "pandeireta", armada em invejosa, parece que não gostas !!!! HAHAHAHAHAH

De facto, somos muito argumentativos e gostamos
de quem nos dá a volta ( o que é raro conseguirem saliento ! ) ;)

Xu :
Sou muito manteiga, mas tenho aço... mas nem todos o furam ;)

edunileo disse...

E quando começam a "antipatizar" contigo, porque pura e simplemente acordaram do lado errado da cama... ou porque alguma coisa correu mal... e no fim do telefonema desfazem-se em pedidos de desculpas, sendo o mais correcto possível!
Já consegui várias destas proezas...

taizinha disse...

E quando somos culpados de todos os seus males? E quando consiguimos finalmente fazê-los perceber que afinal o mal são eles? E quando, depois disso, e com a auto-estima toda em baixo, lhes damos a volta e terminam convencidos que a culpa é, de facto deles, mas com motivação suficiente para darem a volta ao problema?

Digo-vos: Cansa bué!!!! É um jogo muito cansativo mas aliciante.

É por isso que me dou tão bem com certas pessoas :)
E tão mal com outras :(

PS - Estás a escrever bem! Gosto.

Capitão-Mor disse...

Estou a ver que andas todo derretido com tantos "contactos" virtuais! :)

Paula disse...

Mas pelo que, até ao momento, nos foi dado a conhecer, a experiência do Augusto até foi interessante! O que inicialmente poderia ser interpretado como uma má dor de cabeça, parece que foi uma excelente dor de cabeça (pelo menos, pela continuação da história, foi o que percebi, mas eu às vezes sou lentinha!) ;)

Já agora, se do outro lado a voz fosse de um homem (simpático, claro) a tua motivação era a mesma?

ritó disse...

Por acaso acho que quando homens simpáticos telefonam ao Lois a motivação é a mesma... o desenlace é que é diferente. Ele é um bom profissional mas é um doido!!!

Beijos

LoiS disse...

Suas doidas !

Bjs

mystic disse...

É o que se chama "vestir a camisola" mas é dakelas coisas... quando do outro lado está alguém do sexo oposo com uma voz digamos que ... sexy ... esse vestir da camisola vem sempre ao de cima...