segunda-feira, 16 de outubro de 2006

Os indefesos e os predadores

Notícias recentes, e mesmo assim cópia de muitas antigas, na comunicação social, têm dado grande enfoque aos perigos que espreitam na NET.

Todas as ferramentas virtuais de comunicação foram referidas como sendo armas perigosas de desencaminhamento de incautos humanos, usadas por tarados. Da forma como é apresentada a reportagem, parece que apenas existem dois tipos de seres: os indefesos e os predadores.

É por isso que me apetece escrever sobre o assunto.

Claro que compreendo a notícia, afinal os mais hediondos seres humanos usam este meio, e através da penumbra, da ocultação do seu ser, tentam atacar indefesas e imaturas pessoas.

Mas nem todos os utilizadores dessas ferramentas são dos tipos atrás referidos e nem todos os contactos virtuais que se estabelecem têm como emissores/receptores pessoas perversas ou mesmo com dupla personalidade.

Muitos de nós, utilizadores assíduos das ferramentas que são referidas como meios de ataque por parte desses horripilentos seres, não gostamos de ser confundidos com esses casos.

Aqui, na Blogosfera por exemplo, neste Nosso local, são trocadas mensagens entre pessoas que não “conhecemos”, que se “escondem” quase sempre atrás de nicks, mas pela sua postura através de posts e comments acabamos quase sempre por “conhecer”. É mesmo isso, por aí, conseguimos compreender e entender com que tipo de valores os mesmos norteiam as suas vidas.

Apetecia-me só poder dizer no final da reportagem que não são só tarados e indefesos que andam pela NET .

Ou estarei enganado ?

Será necessário chamar o Freud para explicar um pouco mais ?


11 comentários:

Xuinha Foguetão disse...

Realmente esse perigo existe!
Realmente ouvimos muitas histórias com finais impensáveis que imaginavamos impossíveis e que aconteceram por causa da NET.

Mas tb é verdade que existe muito mais além disso.
Existem amizades que se criam e que passam do virtual ao real.
Partilham-se ideias.
Aprende-se.

É necessário alertar porque todo o cuidado é pouco e o perigo existe.
Isso é um facto!

Mas não reduzir tudo a indefesos e a predadores.

A NET tb consegue ser um mundo bem catita. :)

Beijocas da pseudo-vítima-indefesa para o pseudo-predador

LoiS disse...

Que tal beijos da peseudo-predadora para o pseudo-vítima indefesa !!!!

Xuinha Foguetão disse...

Lois,

mete rolhas!

ARTEMINORCA disse...

Não chames o Freud, não vale a pena. Concordo contigo e até acho que os indefesos, às vezes, não são tanto como isso. Lembras-te do filme "Lolita"?
Quanto aos professores, não batas mais, por favor. Já percebeste, com certeza, a minha posição. Não me importo de ser avaliada, sinto que o estou a ser sempre, nem me importo que os pais avaliem. Não me importo da reforma aos 65. Não me importo que me ponham mais horas na escola. Adoro trabalhar, adoro dar aulas. Faço greve porque não aceito duas coisas: o regime de faltas (quanto a mim inconstitucional); a progressão na carreira por quotas, quero merecer o bom, o regular, o excelente mas não por quotas!

Sofia disse...

Hmmmmm... agora paira a dúvida: seria eu "vítima" ou "predatora"???
Abraços,

Maria disse...

O perigo espreita na net, mas sobretudo as crianças. Eu vi a mesma reportagem que tu e vejo muitas crianças cujos pais não controlam minimamente o que elas fazem na net. Como todos os instrumentos tecnológicos têm que ser usados com algum cuidado.

Quanto aos blogues, nós até nem nos podemos queixar muito, conhecemo-nos através deste meio e agora somos amigos. Lembraste de como nos conhecemos? Num local público, é assim que deve ser, e assim já conheci imensos outros bloggers, e gosto imenso deles.

Beijocas

vinte e dois disse...

Apesar de todos os perigos que existem na net, e estou consciente que os há, penso que estamos num ponto em que qualquer coisinha é logo motivo para alarme. Prudência sim, mas extremos não. Li há dias que o msn iria passar a possuir um botão vermelho que qualquer pessoa pode pressionar se suspeita que a pessoa que está do outro lado do monitor tem um comportamento desviante ou supostamente deixe adivinhar indícios de ser pedófilo. Muito bem, sou a favor que se faça tudo e mais alguma coisa para combater essa praga, mas daí a colocar nas mãos de qualquer pessoa a possibilidade de incriminar uma outra dessa forma, com uma ligeireza que até custa a acreditar, acho que é demais. A sua navegação é analisada até ao mais pequeno pormenor e mesmo que no final se acabe por verificar que afinal a acusação é infundada, já ninguém lhe tira os olhares de desconfiança das outras pessoas. Há uma forma muito simples de minorar este processo predadores/vítimas e este passa muito simplesmente por os pais acompanharem os filhos, terem uma conversa aberta com eles e alertá-los para os perigos que possam aparecer. Fiz isso com o meu filho. Ele sabe e compreende que quando está por exemplo no msn, não deve aceitar pedidos de conversa de pessoas que não conhece. Até agora tem resultado. Até quando não sei, mas por enquanto sei que tenho feito os possíveis para que ele desfrute da Internet mas estando consciente que o perigo pode espreitar a qualquer momento.

LoiS disse...

Arte:

Greves e mais greves, sabes, paga o justo pelo pecador, sempre foi assim. O xico-espertismo de muitos Profs e da sua linda associação provocou o inevitável. Recordo-me do tempo dos Fundos Perdidos aplicados em viaturas automóveis particulares. Actualmente nem para actividades em que a mesma é essencial é elegível. Acabou !!! ordenou Bruxelas !
Bjs

Sophieeee:

De vítimas temos todos um pouco hahaha
Bjs

Marie:

Tb, tinhamos muitos pontos em comum: amiga que era amiga de amiga tua. Assim não me meteste medo, aliás, sempre tinhamos que ir à FNAC naquele dia, aquela hora ;) e o resto é estória. Nunca mais fomos os mesmos !!!! lol
Bjs

2e2:

Muito bem, mas acho td um grande exagero. Não estão em todas as esquinas perigosos pedófilos. Claro que às crianças devem ser dadas uma série de coordenadas, claro !
Bjs opsss Abraços ;)

Jade disse...

Olá Lois! Parece que cheguei um pouco atrasada. Realmente não tenho nada essa visão maniqueísta da net: os tarados de um lado e as vítimas do outro. Haverá de tudo com em qualquer lado. Claro que o factor "camuflagem" é aqui importante. De facto, eu não sei com quem estou a falar, mas é por isso que chats nunca me interessaram, ao passo que os blogs me interessam. Nos blogs, como tu disseste, o que está em causa não é quem eu sou (se sou loura, morena, solteira, casada...), mas aquilo que revelo ser e é através das ideias que defendo, das convicções que mostro, das causas que apoio, que outros me passam a conhecer. Claro que, em última análise, posso sempre estar a fabricar alguém que não sou, mas que interesse teria isso? Por isso, acredito que nos blogs está espelhada um pouco da essência de cada um.
beijos!

mystic disse...

Tens aqui um blog muito interessante tenho de voltar e ver tudo o que está para trás com calma.

LoiS disse...

Nem tudo é assim tão interessante. Mas vá lá, atreve-te !!!