segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

O escape

Fui ao futebol. Sim, acreditem, fui ao futebol!!!!!!!!!!!

Ao fim de duas décadas voltei a ir a um jogo de futebol, a convite claro, e neste caso para o seio dos sócios de uma equipa que não é a minha, sendo “minha” a outra.

É isso, fui assistir ao Belenenses - Benfica, a convite de um sócio do Belenenses, éramos 3 pessoas, duas delas do Benfica.

A caminho da entrada dos Sócios do Belém, passei por alguns tipos das claques do Benfica, que só pelo estilo, metiam medo!

Já no estádio, e no meio dos sócios e adeptos do Belém, depressa verifiquei que qualquer manifestação de agrado ou de regozijo perante uma jogada mais ousada do Benfica não era recomendável.

Assisti a cânticos, lançados do meu lado, que referiam: “em cada lampião há um cabrão” ou “filhos da puta … SLB …”.

Também tive a certeza de que ser árbitro é trabalho duro. Vi uma cadeira a voar em direcção ao campo lançada por um adepto azul, uma cadeira do “seu” estádio, que saiu da zona onde me encontrava.

A melhor de todas, nessa noite de análise sociológica, foi a de um velho adepto do belenenses que queria bater num desgraçado que urinava com um cachecol do Benfica, dizendo que não admitia a um lampião o uso do WC do estádio do Belém. Assisti a isso e a todo o burburinho gerado por essa atitude à porta do WC, no intervalo do jogo, que deu chapada, como é evidente, tendo o desgraçado do velho apanhado de colegas do clube, ao menos isso!

Vi também pessoas afónicas, logo ao intervalo, por causa dos berros de ódio que durante o jogo iam dando aos árbitros, equipa técnica do Benfica e respectiva claque.

Vi a claque do Benfica enjaulada como animais que são, e tive a certeza que melhores e menos odiosos que os do lado onde me encontrava não eram!

Bem, e segundo parece, estive junto dos mais civilizados do panorama nacional. Afinal, todos simpatizamos (simpatizávamos) com o Belém!

Até daqui a 20 anos!

17 comentários:

Cristina disse...

WOW

E eu que tinha os adeptos belenenses como todos 'paz e amor'. Afinal de contas, o Belém é a minha terceira equipa.

Silvia F. disse...

Inadmissível o caso do WC! O velho não tinha nada que oferecer porrada. Se ele fosse um bom adepto tirava o cachecol do benfiquista e urinava-lhe em cima! Isso sim era de louvar, sou contra a violência!
Hihihihi

Depois falem mal do FCP, falem!

LoiS disse...

Cris:

Somos todos do Belém. Eu até vizinho sou do estádio, estudei relativamente perto e fui convidado nos bons velhos tempos para ingressar na equipe de Pólo aquático dos azulinhos. Vi agora que aquilo é pior do que achava.

Bjs poeta e anima-te, nem sei que te diga para te alegrar pá!

Sofia P.:

Engrandeceste o FCP, como só tu sabes, carregada dessa sensibilidade tocante (a tua eterna característica). Olha, ouvi que um desgraçado foi ameaçado de levar um tiro no joelho caso não renovasse com esse maravilhoso clube. Verdade? Era preto e brasileiro, foi por isso num é carago? ;)

Uma dentada forte para ti!

Cristina disse...

Estou bem, acredita. Só imensamente cansada! És vizinho do estádio?! Coincidência...

LoiS disse...

Cris:

Relativamente! o suficiente para o Belém ser a equipe da Liga mais próxima de mim ;)

Bjs para ti e descansa!

Cristina disse...

Estou a providenciar uma dose reforçada de descanso, mas enquanto não vem, aguento-me à guerra... não foi à toa que me chamaram Super-Mulher!! Hahahah

LoiS disse...

Isso não existe, nem te convenças de tal...

Cristina disse...

De quê? De descanso? Ou a existência da Super-Mulher?

LoiS disse...

De sere~s, ou pensares que és a super mulher! Isso não existe!

Cristina disse...

Isso pensas tu... não tenho mega-poderes, mas já fiz coisa inimagináveis.

LoiS disse...

AGORA DESPERTASTE O MEU INTERESSE !!!!!

;)))))))))))))))))

Cristina disse...

Hahahahaha... curiosooooo!

LoiS disse...

MUITO, sou touro!

Cristina disse...

Vou resumir... só para conseguires dormir descansado :)

Março/Abril de 2008:
A minha mãe estava no Hospital. Eu tinha 2 part-times, estava a fazer uma pós-graduação (no Porto). Tinha de ir trabalhar todos os dias e ir 2x por semana ao Norte, sem esquecer o trabalho doméstico e as visitas regulares à minha mãe.
Tinha terminado uma relação de 3 anos há pouco tempo...

Como podes imaginar... não foi fácil. Conseguiria a Super-Mulher?! Eu consegui

LoiS disse...

Bem, sem querer divagar, não foi fácil e espero que tenhas vencido tudo, aliás, penso que sim para dizeres o que dizes.

Mas querida, probemas, todos os temos e, isolamento!? e pensar que os resolvia sózinho foi o pior que já fiz, ía por aí a minha mensagem.

Força!

Cristina disse...

Caríssimo, ainda não me conheces o suficiente :D

Está tudo mais que ultrapassado; odeio que as pessoas passem o tempo a lamentar-se à mínima adversidade. Só eu sei o sacrifício que fiz, mas já foi... já era... já passou!

Arranjei forças não sei muito bem onde e passei na pós-graduação com distinção! Hahahah

Acho que o segredo foi o constante bom-humor. Andava muito cansada, mas tentava mostrar boa cara em cada tarefa. E sobrevivi ;)

Eu, que sou mais pequenina do que tu, sei que o isolamento é a pior decisão. Como é que foste acreditar que resolvias problemas sozinho? O Super-Homem não existe, sabes disso, não sabes?!

LoiS disse...

Aprendi linda, à minha custa!

Tento passar uma mensagem a todos, por bem mesmo: "aprende também com as experiências dos outros, pois não viverás o tempo suficiente para as viveres a todas!"

PS. Vai ao meu email!