segunda-feira, 10 de março de 2008

Analogia do estado da nação


Não existe maior clube, nem mais representativo de Portugal e do ser português que o SLB – Sport Lisboa e Benfica.

Não falo pela razão dos 6 milhões de adeptos e simpatizantes, falo pelo estado crónico de crença e consequente desmoralização com que vive há largos anos.

O Benfica foi grande no tempo de Eusébio, foi grande até se tornar fraco, medroso, eufórico e catastrofista.

Portugal também foi grande no tempo dos descobrimentos, até se amedrontar e passivamente se ter fechado em si e na sua hipotética e permanente grandeza.

Os adeptos do Benfica são puros portugueses, de alma e coração, mais portugueses não poderiam ser!

Portugal cada vez que elege um novo treinador, trocando o anterior, sente que é desta que será forte, acredita então a sério no futuro. À medida que os jogos vão passando, os lenços brancos aparecem nas bancadas, depois, nos camarates, até que por fim, conseguem entrar num novo ciclo em busca de novo treinador, para que, novamente, todos os adeptos se sintam embriagadamente crentes, num futuro que teimará em não acontecer.

Não é com lenços brancos que Portugal poderá meter golos. Não é apostando num treinador agora para que, assim que este mexa na equipa, - contra os interesses instituídos, mas à imagem das equipas ganhadoras de Itália, Inglaterra e Espanha, - começar a gritar, a assobiar e a avançar com um chorrilho de berrarias e de pedidos de demissão, que iremos conseguir alguma vez obter prosperidade e vitórias.

Acreditamos sempre, não ajudamos nunca…acreditamos que o título cairá do céu!!!!

O Benfica é Portugal, Portugal é Benfica!

3 comentários:

BlackStar disse...

Oh meu anjo, e se as grandes equipas resolvessem pedir aos jogadores que se suicidassem deveriamos fazer o mesmo?

É que se o Benfica é Portugal, lá iria o país à vidinha, não era?

Já agora, pergunto-te: conheces a estratégia dessas grandes equipas? Sabes quais os métodos de trabalho desses grandes treinadores? Dos tais que não vêem lencinhos brancos?

É que dá sempre jeito conhecer antes de querer fazer aquilo que nos parece igual... porque às vezes, só parece!

lélé disse...

É, tens razão!... Não sei como é nos outros países, mas aqui joga-se muito futebol sentado!...

Bradamos muito, é verdade e normalmente só nos mexemos, quando nos pisam os calos... Assumo: sou portuguesa.

Clara LT disse...

Provocador, como sempre! Ainda bem que te encontro na mesma! vou voltar!

<---- Ligia Miguel

jocas
Clara