quarta-feira, 3 de janeiro de 2007

Politicamente falando II

Sou tendencioso, normalmente penso que cada vez que determinado lobby é afrontado, o caminho a seguir está pelo menos corajosamente definido.

Neste país vivemos governados por diversos lobbys, por gentinha que corporativamente se sente superior a tudo e a todos. Adquiriram direitos, grande parte deles à custa dos mais fracos e cada vez que os mesmos são beliscados saltam para os telejornais com ameaças de “morte” e de “guerra” ao governo e ao país.

Todos aqueles que acompanham minimamente a evolução deste país entendem de quem eu falo, dos muitos que eu agora escrevo melhor dizendo.

Pela primeira vez em muitos anos temos uma governação (poder) estável, um Presidente e um Primeiro Ministro que coabitam serenamente, que querem mudar o rumo das coisas - e aí meninos todos concordam que isto está mal -, que denotam uma atitude reformista, pragmática e inteligente. Estou à vontade para falar nisso pois um deles, o que governa, não está lá com o meu voto, mas desde cedo, com a coragem demonstrada em termos governativos tem vindo a ganhar toda a minha admiração.

Espanha - como gosto e tantos gostam de fazer comparações com nuetros hermanos - levantou voo, à muito tempo, muito à custa da estabilidade governativa e da coragem e firmeza nas decisões tomadas. Portugal, só assim poderá seguir-lhe o caminho, com determinação e força, ou como dizem, doa a quem doer.

Reforço este meu pensamento, cada vez que os lobbys se levantam a bradar aos céus, mais eu sinto que estamos no bom caminho. Faço votos que assim continuemos para bem do país. Os meus Votos para 2007.

Nota para os menos perspicazes:

Lobbys = médicos, “futebóis”, professores, militares, magistrados, farmacêuticos, igreja, “aviadores”, políticos, jornalistas ...

6 comentários:

Maria disse...

Mon chére,
Este Governo não está lá com o meu voto, nem estaria, falta-lhes a habilidade para fazer com que o povo português os acompanhe como deveria. Como sabes, até melhor que eu, a chave para o sucesso de uma nova política está na entrega, até mesmo fusão, que existir entre a política e o cidadão que a tem que viver. Neste momento não é isso que se passa, o que se passa são 10 milhões de portugueses atordoados pela velocidade e montante das reformas. Digamos que o povo português não está "casado" com as ideias reformistas deste governo, não se consegue é mexer por estar atarantado com tanta coisa ao mesmo tempo. E o meu receio, creio que legítimo, é que se Sócrates não mantiver o gabinete de marketing em funcionamento, nas próximas eleições volte tudo à estaca zero.

Quanto aos Lobbies, eles sempre existiram e continuarão a existir, em Portugal, Espanha, França, Alemanha etc. O que se tem que saber é limitá-los, e nisso, estamos de acordo, Sócrates está a começar a fazer um bom trabalho. Aguardo para ver o que é que ele vai fazer à indústria farmacêutica em Portugal.

Beijocas,
Marie

Capitão-Mor disse...

Lois:
Não existem paraísos! Lobbies existem e sempre existirão em qualquer recanto do mundo. Nós próprios não costumamos constituir lobbies em favor das nossas famílias e amigos?
Para mim, o mais escandaloso de todos foi sempre o da indústria farmacêutica e dos médicos. De tão poderoso que é, arruinou a vida do Pequito que tentou desmacarar a coisa. Bom, o gajo era meio alucinado, mas falou grandes verdades.

ARTEMINORCA disse...

E tu? Não pertences a nenhum lobby? Não defendes nenhum lobby? És imune a tudo? Desculpa a provocação!!! Mas é fácil falar quando, ainda, não se lembraram de mexer connosco!
Bom ano!

mystic disse...

Para mim o mais chocante é o bancário...

TONY, Duque do Mucifal disse...

Choca-me o que se tá a passar no hospital SANTA MARIA. Há turnos interruptos, há medicos quase sempre de bancos. Enfim...não se pode bater sempre nos médicos. Os Hospitais estão um caos!

LoiS disse...

Estes assuntos para interesse de todos é que devemos debater.

Ora bem, as discussões mais recentes :

- Idade da reforma dos pilotos da aviação. Um sindicato defende que os mesmos "são especiais", logo, têm que obter a reforma mais cedo. Outro sindicato dos mesmos pilotos aviadores aceita e congratula-se com a decisão e a possibilidade de poderem pilotar mais 5 anos. Afinal muitos continuam na iniciativa privada a pilotar depois da reforma ( quem está correcto ? ).

- Picagem do ponto de uma forma digital, apenas substituindo a picagem tradicional à mão onde era preenchido um livro de ponto. Será que preenchem esse livro manualmente no final do mês apenas para "inglês ver" ?, mesmo nos dias de faltas ? tenho legitimidade em pensar assim ao ver estas lutas que não entendo de outra forma !

Mais notas :

Capitão, não sou ingénuo ao ponto de pensar que não existem lobies ou lobbies ou lobbys em todas as sociedades, sou a favor deles, são necessários, dispenso é os irredutíveis e que se sentem superiores a tudo e a todos, não cedendo para o bem colectivo apenas querendo alimentar o seu bem particular.

Mais, sou sindicalizado, ora, faço parte de um dos mais poderosos sindicatos nacionais, daqueles que não pesam no orçamento do estado, daqueles em que os seus dirigentes sindicais não são pagos pelo estado para deixarem de fazer o seu trabalho original por forma a programar greves e lutas contra ministros. Tenho um sistema de saúde autónomo, eficiente e onde todos os médicos trabalham motivados e com competência ... e picam o ponto ! Já agora para a Mystic, daqueles sindicatos que lutam contra o poder abusivo dos patrões da Banca ;)

Arte, bons olhos te vejam, antes demais gosto de ti ! Não sintas que eu tenho a ideia que sou o melhor do mundo e que sou dono da verdade. São pessoas como tu, que pensam diferente que me fazem evoluir todos os dias ;) Bjs linda e bom ano !