quinta-feira, 22 de março de 2007

Um pouco de História deste outrora enorme país


A História é feita de factos que são apreendidos pelo conhecimento humano. Muitos deles nunca serão verdadeiramente conhecidos e nesse prisma, a História que se conhece será a História que prevalece e é a História que será sempre tomada como certa.

Recentemente um jornalista Australiano editou um livro que defende a tese, suportada por documentos e manuscritos, de que de facto foram os portugueses os legítimos descobridores da Austrália.

Se olharmos para trás, os aborígenes do Sudeste da Ásia foram os primeiros a chegar aquele território à 40 000 anos atrás (outros defendem que foi à mais de 100 000 anos) e lá se mantiveram isolados, como é normal, de quaisquer influências até à chegada dos colonizadores.

No entanto oficialmente ficou registado como descobridor da Austrália o Capt. James Cook. Foi esse navegador Inglês que reclamou a costa para a Inglaterra em 1770 e assim marcou a História da Austrália (antiga colónia penal do reino Britânico).

No entanto, torna-se cada vez mais consensual que os portugueses terão sido realmente os legítimos descobridores da Austrália.

Na primeira metade do século XVI os navegadores portugueses percorriam não apenas os mares da Austrália, como estavam firmemente estabelecidos na região, em ilhas como Timor, Solor, etc. Observando os mapas portugueses do século XVI, aparecem terras com uma configuração semelhante à actual Austrália.

Muitas razões existirão para os portugueses ali não se terem estabelecido. A mais forte defende que tal facto se prende com a distância (a mais de um ano de viagem marítima) e sobretudo, por lá não existirem populações com quem se pudesse efectuar qualquer tipo de comércio.

O Jornalista Australiano que agora veio lançar uma pedra no charco, defende ainda mais uma tese que suporta a eventual falta de conhecimento da chegada em primeiro lugar dos portugueses: a necessidade que existia na altura de ocultar descobertas aos concorrentes directos nesses feitos, nomeadamente os espanhóis, com quem andávamos em desavenças sobre as colonizações, novas descobertas, partilhas e divisões do mundo.

Já agora uma curiosidade: O nome de Austrália foi dado no século XVI pelo célebre navegador português Pedro Fernandes Queirós, então ao serviço da Espanha.

PORTUGAL, tu foste tão GRANDE na história do mundo.

7 comentários:

Capitão-Mor disse...

Esta é uma teoria que já tem alguns anos. A explicação será mesmo o facto de não existirem povos nativos para estabelecer trocas comerciais. Pelas contingências económicas e demográficas de Portugal, tornava-se impossível colonizar essa imensidão de terra. Aqui no Brasil, isso apenas foi possível pela rápida miscigenação que se estabeleceu por motivações políticas.

Paula disse...

Não tinha conhecimento dessa teoria!...

Gostei da aulinha de História! ;)

Maríita disse...

Bom dia Cheri!

Gostei muito desta lição de história logo pela manhã, Às vezes é bom recordar que os portugueses fizeram coisas tão extraordinárias. Pessoalmente dá-me alento para enfrentar o dia-a-dia desta época tão conturbada.

Beijinhos

LoiS disse...

Capitão:

Tu és um verdadeiro descendente dos navegadores do nosso passado!

Já agora para tua informação, acabo de descobrir a tua casa em Monção: "CASA DO CAPITÃO-MOR "
lol

Paula:

Sempre te podes certificar disto tudo junto dos teus amiguinhos e partilhar comigo. Este espaço aqui, como vês, serve para a tua (nossa) cultura geral.

Maríe:

Coragem, bravura, força, persistência ... será que perdemos tudo ?

TONY, Duque do Mucifal disse...

pois, é bonito relembrar os nossos feitos históricos. Como é regredir tantos anos? Como é possivel naõ termos ninguem para governar o nosso Portugal?
Enfim...
Esta teoria vems endo explorada há uns tempos, mas o James Cook é enorme, duvido que se prove o que quer que seja!

Silvia F. disse...

Em termos de descobrimentos, Portugal teve as suas "falhas" também.
A Austrália deve ter sido um erro estratégico, de cálcul e falta de interesse comercial.Ninguém vai conseguir provar essa teoria.

Faz-me lembrar num outro âmbito o erro crasso de (salvo erro) D.João II ao não aceitar patrocinar a expedição de Cristovão Colombo para a Índia numa rota diferente sem ser pela África. Foi patrocinado pela Espanha, descobriu a América (sem o saber) e os espanhoís é que ficaram com este triunfo.

De qualquer forma Portugal tem uma história impressionante. Como é que de um país pequeno em tamanho mas grande nos feitos conseguidos, ficou esta degradação que conhecemos. Se os ilustres antepassados soubessem, talvez nem tivessem lutado tanto em nome da pátria e hoje Portugal seria mais uma província de Espanha.

É lamentável que de um gigante Portugal se tenha tornado num pó a mercê da vontade de todos.

Desculpa pelo extenso texto mas entristece-me esta situação e que no mundo a maior parte das pessoas nem sabem o que é Portugal.

Beijos ;)

LoiS disse...

Concordo Silvia. Agora o que somos ?