quarta-feira, 27 de dezembro de 2006

Eróis do mar sem H







Treinadores, jogadores ... todos eles por cá e em prol de Portugal, segundo dizem !

Cantam o hino, saúdam a bandeira. São eles os novos heróis do mar que levantarão de novo o esplendor de Portugal.

Há falta de matéria prima nascida neste rectângulo, importam-se à pressa pessoas para fazerem aquilo que nós aparentemente não conseguimos fazer, bem.

Estará aí a salvação do nosso país, ou o seu desaparecimento ?

5 comentários:

Capitão-Mor disse...

Ora aqui está um post bastante oportuno. Há muito tempo que difo que Portugal não dá o devido valor aos filhos da pátria. No meu caso pessoal, creio que se ainda aí estivesse nunca mais passava da cepa torta, arrastando-me por empregos bem abaixo das minhas capacidade. Mas este é um problema estrutural da nossa sociedade que ainda é bastante marcada pelo meio social onde nasces ou pelos conhecimentos que tens.
Temos um país ao contrário. Importamos brasileiros para o futebol e mesas de restaurante, ucranianos/romenos/africanos para a contrução civil e exportamos grandes cérebros ligados à ciência e novas tecnologias para o estrangeiro.
O declínio da nossa soberania é eminente...

Yashmeen disse...

Pao e circo, já diziam os romanos, para manter o povo feliz.

Abraço, Lois querido, e um 2007 muito feliz

LFM disse...

Heróis, de quê?
Os verdadeiros heróis do mar existiram faz muitos séculos.

Maria disse...

O problema não é a diversidade, não creio que seja por ai que se dará o declinio de Portugal, o delinio dá-se porque infelizmente aqui não se dá o devido valor aos nosso compatriotas. Tanta gente de valor que se vê obrigada a emigrar para conseguir uma vida melhor ou para conseguir continuar a estudar, na sua grande maioria não regressam. Ninguém gosta de viver num país que não cuida dos seus.

A nossa salvação reside pois, na nossa capacidade de acarinhar quem dá o seu melhor por este país.

Beijinhos

TONY, Duque do Mucifal disse...

Bom post!
Há sempre aqueles que te dirão que Eusébio, Coluna e Jordão não nasceram em Portugal, é verdade!
Mas este recente fenomeno é realmente intrigante. Para mim seria muito triste ver cada vez mais brasileiros na nossa selecção. E isso o que resolve?
Titulos? nao me parece
Beneficio para a sociedade? Olhem para a selecção de França e para os problemas que se vivem an sociedade francofona.
Não sei, Lois.
Para mim, o Deco já é suficiente.
Agora Pepe, Liedson, Derlei...naaaaaaaaaaaaaoooooooooooooooooo!