sexta-feira, 29 de setembro de 2006

Nem tudo o que parece ...

Augusto recebe no seu hospital colegas do extinta clínica mais a Norte. Muita gente nova, muitos deles desconhecidos dos colegas locais até então.

Flávia veio nesse grupo, a Flávia é esbelta, um sonho visual de mulher, daquelas que fazem parar um Hospital inteiro só à sua passagem; que conseguem que irmãos se degladiem apenas por um beijo seu; que curam um doente só com a sua presença; que fazem sonhar até um homem de fé comprometido devotamente com a igreja.

Augusto não é diferente dos outros, deseja conhecer Flávia. Aliando a sua natural simpatia à vontade de ser um bom anfitrião, entra em conversações com o novo grupo na esperança de chegar até à bela Flávia.

Conseguem finalmente ficar os dois a sós na sala do café. Augusto diz banalidades para meter conversa, Flávia, sorri e cilindra de seguida: tem poucos dentes, os que tem são podres, só tem metade da língua e “grunhe” uns sons imperceptíveis e disléxicos, o seu mau hálito inunda a salinha do café fazendo com que o cheiro a tabaco pareça um elixir saudável da natureza, espuma pelo canto esquerdo da boca ao mesmo tempo que dispara saliva para todos o lados. Ainda para mais à resposta sobre a sua idade, começa a contar com os DEDOS !!!!

Augusto baixa os braços e repensa tudo de novo !

13 comentários:

Alexandra disse...

Ah Ah Ah !!

Pobre Augusto! (por um acaso o Augusto não é um homónimo teu, pois não?!)

Agora a sério, poder-se-ia transpor o drama de Augusto para o que se passa em muitas casas, por exemplo: tudo parecem rosas aos olhos dos outros, mas vai-se a ver... :S +o(

Bjs

LFM disse...

De tua autoria ou de que filme 'gore' é o excerto?

Xuinha disse...

Por vezes, o deslumbramento prega cada rasteira...

Ahahahahah!

Boa sorte!

Beijocas

LoiS disse...

HAHAHAHA

A msg é mesmo essa que entenderam...e não, não leiam sempre tão afincadamente que ando em todas ( estou quase em todas - lol ).

Como não meti em itálico é pq saíu desta mente perturbada - lol.

Carreguei mesmo na "gorização" deste ensaio lol

Não te deslumbres com uma ciência que não conheces ;)

Pedro Ferreira, Visconde de Cunhaú disse...

Isto é um misto de história romântica com morbidez!? :)
Foi publicado um texto lá no Condado sobre uma temática que te é muito querida! :)

Jade disse...

O título diz tudo: as aparências iludem!
Beijo!

Yashmeen disse...

E se, apesar de não ter dentes a Flávia continuasse a ser uma mulher muito interessante com muito para dizer? E se ela até tivesse já marcada uma intervenção para implantar a dentadura na semana a seguir? Ele não iria arrepender-se amargamente de a ter desprezado apenas pela aparência?

LoiS disse...

LoL

Mas existe operação que tranfira inteligência para onde esta não existe ???

Bjs

Sofia disse...

Hahahahahah,
Isso parece ser a verdadeira visão do inferno !!
Abraços,

APC disse...

Kórror!!! Lololol...
Onde diabo foste buscar tal?:-)
E com tantos amigos médicos, não arranjaria facilidades em fazer umas melhorias?
E essa do fazer sonhar até o mais devoto religioso... Ora essa!... Esses não sonham, queres lá ver?!...
Mas olha que me animou imenso este texto, mistura de agradável com assustador, acutilantemente talhado ao meio, porque "tu és mauzinho!". lol ;-)

PS - Yashmeen, muito bem visto! Quem a visse pouco depois, não teria visto o antes, o que nos leva a pensar. (Sobraria apenas a questão de contar a idade pelos dedos, lol;-).

Yashmeen disse...

Andam muitas beldades para aí que não contam a idade pelos dedos... mas quase!

LoiS disse...

Não estou a conseguir safar-me com esta merda do beta.blogger.com, já nem para postar dá para entrar ... é a morte do artista!

silva disse...

Mas que belo momento de gragalhadas me proporcionaste agora ao ler o teu post!! Só mesmo tu LOIS:)))

As aperencias enganam, por isso antes de "pular a cerca" é melhor comprovar o que é que está do lado de lá para evitar desilusões como as que tu descreves :)))