segunda-feira, 1 de maio de 2006

Notícias de Alcântara

Acabo de ler uma noticia no CM Online que me deixou estupefacto. A mesma relata que um desgraçado se atirou da Ponte 25 de Abril, tendo caído numa cobertura de um mercado qualquer ali para os lados de Alcântara, que lhe provocou apenas 2 costelas partidas. Em suma, uma queda normalmente fatal de 40 metros que acabou quase e só num grande susto!

As razões apontadas foram as que o “puto” de 26 anos se tinha chateado com a namorada ameaçando e tentado logo de seguida o suicídio !!!! Fuking Incredible !!!!

O melhor estava para vir. Nestas noticias Online muitos comentários são possíveis de se deixar por lá, ao estilo fórum. Passo a citar alguns que li:

- Aldo Faria:
Espero que no Futuro tenhas mais calma...porque depois de casado a coisa é pior.

- electro:
Quando li esta notícia fiquei incrédulo,confesso, mas depois de pensar de tanta gente que morre drasticamente, sem ter essa sorte. confesso que estou estupefacto.

- jorge venlo:
Ganda nóia!! Não é saudável uma pessoa depender tanto do estado de humor de outra pessoa,mesmo que gostamos muito dessa dita pessoa. A fé, coragem, força pra começar de novo. Não nos podemos deixar intimidar sentimentalmente.vamos lutar pelas nossas vontades,tb se forem em bater com a porta,e partir pra outra.as melhoras. Holanda

Realmente é demais, agora digo eu:

- Olha rapaz...juizo! quando os problemas começarem a apertar a sério espero que não te dê para tentares o suicídio levando uns tantos atrás !!!

PUTOS !!!!

10 comentários:

TONY, Duque do Mucifal disse...

Lois, tb li a noticia. Mas não sabia desses comentários. Enfim, a pobreza de espirito é gritante. Mas ler que depois de casado é pior...parece que estão as er incentivar o rapaz a meter-se debaixo de um comboio. Se por uma discussão ele se atira da ponte 25 de Abril, quando TIVER UM PROBLEMA SÉRIO na vida (por exemplo falta de dinheiro), o que irá este jovem fazer? MATAR...?

LoiS disse...

Talvez, já que n se consegue matar a ele, tenta matar outro !!

LoiS disse...

Já repararam q estou muito mórbido nestes últimos Posts!!!!

marta disse...

Na minha opinião acho que a questão não é bem vir a ter um problema mais serio,nem o facto de ser um puto até pq há muitos graúdos que tb se suícidam, acho que estas pessoas com tendÊncias suícidas sempre tiveram essas tendências por alguma razão e viveram com elas, só que na maior parte das vezes estão lá escondidas no subconsciente e saltam mal a pessoa tenha uma perda ou uma dor que não queira aceitar. E tb o que é um problema sério? Isso tb varia de pessoa, para pessoa e varia consoante a aceitação e a capacidade de cada um em ultrapassar isso. Uns são mais fortes numas coisas, outros são mais fracos noutras, cada um vive e sente a dor à sua maneira. Por exemplo para o Tony a falta de dinheiro é um problema serio, para mim será mais a solidão e falta de amor...

TONY, Duque do Mucifal disse...

talvez. Quando dei o exemplo da falta de dinheiro, não estava forçosamente a afirmar que a questão material seja superior á questão sentimental. Mas podemos ser tentar ser felizes com esta ou com aquela pessoa. Agora se eu tiver atolado em dividas não consigueirei amar o próximo. Quando se tá mesmo apertado, sabemos que é assim. Problema sério? Uma doenmça terminal, um acidente de viação que te deixa paraplégico, enfim...tantas coisas...tudo menos um arrufo de namorados. Que é o que se trata na noticia.

LoiS disse...

Pá o gritante da situação, e apenas analisando a notícia, é que o tipo por um arrufo atira-se da Ponte 25 de Abril ( não era para dar nas vistas era mesmo para dar cabo da vida ).
Terá que analisar melhor que a vida a 2 é mesmo a 2, duas partes têm que estar de acordo, não uma apenas e só ! É preciso coragem ... e um pouco de pancada também ! Esta é tipo aquela em que o namorado degolou a sua amada, à dias, por causa desta ter terminado a relação! Foda-se, merda para essa gente psicótico-maníaca-possessiva !!!

Bem ao menos este queria dar cabo apenas e só de si ... ao menos isso !

Maria disse...

Lois, li o teu post, e a cada dia que passa mais me convenço que as pessoas entram em relações e que esperam que isso as salve do mundo em que vivem. Desenvolvem-se à volta do outro, vivem em função do outro, deixam de sair por causa do outro, entram em paranóia por causa do outro e finalmente tentam suicidar-se por causa do outro... afinal a situação é muitas vezes criada pelo prórpio que desistiu de si, se anulou por causa do outro. Outro esse que tem personalidade própria. Quantas histórias dessas existem todos os dias? Quantas conhecemos...
Beijocas e um bom dia!

LoiS disse...

Falta de amor próprio!

Boa Marie, esse teu comment subscrevo!

TONY, Duque do Mucifal disse...

boa análise Maria!

Pedro Ferreira, Visconde de Cunhaú disse...

A paranoia colectiva está de facto a minar o nosso país! Será a crise! Económica nem tanto mas realmente atravessamos uma crise de valores na nossa sociedade...